Visite Nossa Página no Youtube


Rating: 2.8/5 (42 votos)




ONLINE
2





Partilhe este Site...







Total de visitas: 667260
O Valor da Cruz - Novo
O Valor da Cruz - Novo

Irmãos, peço perdão pela demora em enviar estas anotações, ainda que tardia, creio sempre ser oportuno lembrar, destas palavras que tivemos nesse dia. E também quero que não levem em consideração os eventuais erros ortográficos e de palavras inexatas. Abraços fraternos,
Roberto.

Comunhão dia 21/12/2014 no Campestre.
Após o partir do Pão, tivemos a reunião de exercício dos dons para a edificação do Corpo de Cristo.
Nosso irmão Joe Wilson compartilhou a letra de um hino em inglês, não consegui anotar, mas em seguida compartilho a sua participação entre nós.
“Quanto a mim, que eu jamais me glorie, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, por meio da qual o mundo foi crucificado para mim, e eu para o mundo. Gl 6.14
O Senhor Jesus questiona as pessoas: O que dizem ser o Filho do homem?
Porque gosta de saber, o que há no coração dos homens.
Quando falou de João Batista perguntou: O que vocês foram ver?
Um homem com diferentes trajes?
Creio que hoje tem a pergunta para nós?
Qual é  o significado da cruz para mim e para você?
Na mente de Deus a cruz tem um alto significado. 
Mas, quando chegou a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo da lei. Gl 4.4
Antes que o Filho de Deus viesse ao mundo,
o Senhor pôs na mente maquiavélica, criar a execução por morte de cruz.
Para os judeus ficou na lei a pena capital, a morte por apedrejamento.
Na época de Daniel, a pena dada, era ser lançado na cova dos leões.
Em outras civilizações, o uso da forca, ou da cadeira elétrica.
Nos EUA, as injeções letais, dizem os comentaristas que esta punição é severa demais.
Que diriam eles, sobre a morte da cruz!
As vezes levava dias, para o sentenciado morrer!
Quando contemplamos a maravilhosa cruz, na qual morreu o Príncipe da glória.
Vemos que naquele dia, Aquele  Senhor era diferente dos malfeitores crucificados.
O Senhor Jesus é o Príncipe da Paz, ali estava o Amado Filho de Deus, foi crucificado O Justo pelos injustos.
Na cruz: Jo 10:18 "eu deixo a minha vida, para reavê-la".
O Senhor Jesus antecipou a Sua morte, previu para os discípulos, mas Pedro o reprovou.
Mas a cruz seria a única maneira para que, nos planos de Deus, os direitos, a Justiça de Deus fosse satisfeita.
Assim os nossos inumeráveis pecados, puderam ser removidos, porque Ele cumpriu, as exigências da Justiça de Deus.
Nesta manhã nos vemos o Pão e o cálice de Vinho.
Ontem  vimos o acontecimento do casamento.
Mas hoje, nesta manhã, o que você diz ao contemplar o pão e o vinho?
Estes emblemas vão nos levar de volta para a cruz.
O Senhor nos legou está Ceia, para nos mostrar, o que Ele passou na cruz.
No momento em partimos e recebemos o Pão, somos conduzidos à cruz.
E quando nossos lábios bebem o cálice, percorrermos a Sua morte.
O Senhor Jesus, gosta que nos lembremos da Sua cruz.
Quanto ao Senhor Jesus, Ele sempre terá em Sua memória, o que Ele passou!
E assim, Ele se empenha para que nós nos lembremos disso.
Gálatas 6: 14
Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo.
Há muita coisa para se gloriar, mas Paulo diz longe esteja de mim, gloriar-me, senão na cruz de Cristo.
Ele era um perseguidor da igreja.
Fez assim em At 9, até encontrar o Senhor. Jesus.
Atendeu o seu significado, a medida que contemplou e conheceu a cruz de Cristo.
No mundo as pessoas vem a cruz como uma historinha, quantas vestem o crucifixo.
O Pai reconhece e identifica o que  o mundo fez com o Senhor Jesus Cristo.
O mundo escolheu, Pilatos perguntou a quem libertar? Eles disseram: Barrabás!
E que devo fazer com Jesus Cristo? Responderam: Crucifica-O, crucifica-O!
Este é o que nós aceitamos como nosso Salvador.
O mundo: Crucifica- O, não queremos nada com Ele.
Mas nós: Nós queremos estar do Seu lado.
A cruz do Senhor Jesus tem igualmente um efeito para conosco.
Se o mundo diz crucifica-O, como você vê o mundo?
É muito relevante, você comeu o pão, e seus lábios tomaram o cálice, ao faze-lo, você levou em conta o que  o Senhor padeceu?
Como você vê o mundo que diz: Isso não significa nada!
Você acha que pode ser amigo deste mundo, que despreza a Sua Ceia?
Quando contemplo a cruz de Cristo. Enxergo na morte do Senhor Jesus Cristo, um amor ardente por mim!
Concluo: Se é tão ardente tão divino, requer uma resposta, uma atitude.
Requer minha alma, minha vida, todo o meu ser.
Paulo diz: O mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.
O que a cruz significa para você ?
Este mundo continua rejeitando Àquele a quem nos amamos.
Deus por sua vez considera o mundo como responsável pela morte de Seu Filho.
Por outro lado, Deus aprecia  quando aqueles que são Seus apreciam a morte de Seu Filho.
Que o nosso coração possa ter mais apreço daquilo que o  Senhor Jesus fez por nós!
A cruz do Gólgota.”

 

A partir de agora compartilho a continuação da palavra, ministrada pelo irmão Klaus da Alemanha.
“Gostaria de apreciar outro aspecto da cruz que está em 2 Coríntios 13: 4
Porque, de fato, foi crucificado em fraqueza; contudo, vive pelo poder de Deus. Porque nós também somos fracos nele, mas viveremos, com ele, para vós outros pelo poder de Deus.
No nosso serviço, todos nós, este versículo, mostra o maravilhoso fundamento da cruz do Gólgota.
Paulo teve que aprender, que quando fosse fraco, podia na cruz de Cristo, ser forte no Senhor.
Nos vemos na cruz de Cristo, a maior fraqueza possível. Um homem pendurado na cruz, é incapaz de fazer qualquer coisa.
As pessoas se reuniram para participar desse espetáculo.
Agora é tarde demais, agora O crucificamos.
Podemos assim, contemplar, a vitória do Senhor Jesus.
A partir da maior fraqueza, vemos esse aspecto, no andar prático, mas que se reflete no nosso viver.
Representa, uma separação do mundo.
Agora podemos encontrar, poder e força a partir da fraqueza.
Cada um de nós tem um serviço, seja jovem ou velho.
1 Co 15:58, 16:10. Cada um de nós tem uma tarefa no Senhor, v. 58.
Tem tarefas especiais, dedicar toda a vida no serviço do Senhor.
Como podemos receber força e poder no serviço do Senhor?
Olhando para a cruz do Senhor, para através de fraqueza, alcançar poder.
2 Co 4:7-15. Nós somos vasos fracos.
Uma bela figura no Antigo Testamento:
Gideão, alcançou vitória com armas, ridículas.
Juízes 7:13-23.
O que está na tua mão? Vasos de barro com tochas!
Vasos fracos! Nós não somos nada, neste mundo.
Mas quando a cruz irradia a luz neste mundo com um vaso quebrado, podemos alcançar vitória, 2 Co 7.
Paulo aprendeu isto, nós temos que aprender isto, todos os dias.
De repente lembramos apenas um dia, da morte da cruz do Senhor, mas que essa lembrança, seja diária.
Daniel em cativeiro, aprendeu as coisas dos babilônicos.
Ele não foi em grande poder, quando se apresentou aos supervisores, mas pediu graça: Era um vaso fraco, mas tinha poder diante de Deus.
Assim podemos nos apresentar neste mundo.
Somos ao mesmo tempo a luz neste mundo.
" Quando estou fraco, estou forte."
É a vitória neste mundo, em breve vai findar esta era, e virá a vitória na Vinda do Senhor Jesus. 
As pessoas pensam que era o fim.
Mas diz as Escrituras que Ele vira pelo poder de Deus.
Nós vivemos por Ele, para Ele, pelo poder que nos tiramos, dessa cruz.
Que andemos com Ele, mediante a cruz, até o momento em que há de vir!.”

 

Que todos possam contemplar a cada dia essa cruz que trouxe a vida.

"...que te importa? Quanto a ti, segue-me" - João 21:22

O Senhor Jesus tinha acabado de dizer a Pedro que ele viveria até se tornar um idoso e então morreria a morte de um mártir. Pedro imediatamente olhou para João e perguntou em voz alta se João receberia um tratamento melhor. A resposta do Senho foi: "...que te importa? Quanto a ti, segue-me".

Lembrando da atitude de Pedro, Dag Hammarskjold escreveu: "Apesar de tudo, sua amargura, porque os outros estão desfrutando do que lhe foi negado, está sempre pronta para explodir. Na melhor das hipóteses, ela fica dormindo por uns poucos dias ensolarados. Ainda assim, mesmo neste nível indescritivelmente miserável, ela ainda é uma expressão da verdadeira amargura da morte - o fato de que aos outros é permitido continuarem vivendo".

Se levássemos a sério as palavras do Senhor, elas resolveriam muitos problemas entre o povo cristão.

É tão fácil ficarmos ressentidos quando vemos outros prosperarem mais que nós. O Senhor permite que eles tenham uma casa nova, um carro novo, um chalé perto do lago.

Outros, a quem talvez consideremos como menos devotos que nós, têm boa saúde enquanto lutamos contra duas ou três doenças crônicas.

A família ao lado tem filhos lindos que se sobressaem em esportes e no meio acadêmico. Nossos filhos são normais, do tipo mais comum.

Vemos outros crentes fazendo coisas que não temos a liberdade de fazer. Mesmo que essas coisas não sejam pecados, ficamos ressentidos com sua liberdade.

É triste dizer, mas há certa inveja profissional entre obreiros cristãos. Um dos pregadores fica ofendido porque o outro é mais popular, tem mais amigos, fica na luz do holofote. Ou outro fica irritado porque seus colegas usam métodos que ele não aprova.

As palavras do Senhor atingem todas estas atitudes indignas com força surpreendente:"...que te importa? Quanto a ti, segue-me". Como o Senhor lida com outros cristãos realmente não é da nossa conta. Nossa responsabilidade é segui-Lo em qualquer que seja o caminho que Ele escolheu para nós.

Estraído do Devocional Luz Para o Caminho - William MacDonald