Visite Nossa Página no Youtube


Rating: 2.8/5 (44 votos)




ONLINE
3





Partilhe este Site...







Total de visitas: 668075
Que Demas é Você? - Novo
Que Demas é Você? - Novo

Nestes dias passados estive em Curitiba e quero deixar aqui gravado uma pequena mensagem que me ocorreu através do irmão Joe Wilson, sobre a vida de Demas, pois nunca antes tinha me atentado a isso.

Primeiro quero lembrar de Demas o cooperador de Paulo, a este encontramos em Filemom 1:23 a 25, que diz assim: " Saúdam te Epafrás, meu companheiro de prisão por Cristo Jesus, Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com o vosso espírito. Amém.". Vemos nesse contexto que Demas está inserido entre aqueles que davam alento a igreja de Cristo, que Paulo considerava como seus cooperadores, ou seja, ajudantes idôneos, com quem ele podia contar, aqueles que caminhavam lado a lado com ele diante de Cristo e era juntamente com ele conhecido dos demais, por causa da vida e do testemunho que davam através de suas vidas. Que precioso tem o caráter desse Demas, ou melhor desse momento, pois o Demas é sempre o mesmo, apenas uma mudança de caráter se demonstra nestes textos.

Em segundo lugar quero lembrar do mesmo Demas, mas em um contexto um pouco diferente, que encontramos em Colossenses 4:10 a 14 que assim diz: "Aristarco, que está preso comigo, vos saúda, e Marcos, o sobrinho de Barnabé, acerca do qual já recebestes mandamentos; se ele for ter convosco, recebei-o; E Jesus, chamado Justo; os quais são da circuncisão; são estes unicamente os meus cooperadores no reino de Deus; e para mim têm sido consolação. Saúda-vos Epafras, que é dos vossos, servo de Cristo, combatendo sempre por vós em orações, para que vos conserveis firmes, perfeitos e consumados em toda a vontade de Deus. Pois eu lhe dou testemunho de que tem grande zelo por vós, e pelos que estão em Laodicéia, e pelos que estão em Hierápolis. Saúda-vos Lucas, o médico amado, e Demas.". Aqui encontramos aquele mesmo Demas, mas em um contexto um pouco diferente, perceba que Paulo discorre de outros irmãos dando suas características, ou seja, Aristarco, Marcos, Jesus chamado Justo, ele os considera seus cooperadores no reino de Deus, quanto a Epafras, o considera servo de Cristo, que combate em oração, ainda vemos Lucas o médico amado, título que por si só já diz tudo e depois vemos Demas, mas apenas Demas, já não mais o cooperador como vemos em Filemom. Paulo já não tem falado desse Demas seu cooperador, já podia ver que esse Demas já não tinha o mesmo caráter, já tendia para situações que já não podia ser chamado de cooperador de Paulo.

Para finalizar quero lembrar da terceira passagem, onde vamos encontrar um terceiro Demas, ou melhor, o mesmo Demas com um caráter abatido e voltado para o mundo, já não é mais cooperador de Paulo, já não está mais junto dos cooperadores, já está distante dos irmãos, já não está com Paulo e Lucas e nem mesmo próximo de ninguém,. De Marcos, ele pode pedir a Timóteo " Traze o contigo", de Tíquico, pode dizer que o enviou a Éfeso, e de Demas, o que pode Paulo dizer a não ser: Me desamparou, amou o mundo, foi se embora, não suportou o presente século.  Você pode relatar no texto, que Crescente e Tito também se foram, mas é um ir diferente, não está relacionado a desamparar Paulo e nem a Amar o mundo, mas agora que já compartilhei quero lhe deixar o texto de II Timóteo 4: 10 a 13 que assim diz: "Porque Demas me desamparou, amando o presente século, e foi para Tessalônica, Crescente para Galácia, Tito para Dalmácia. Só Lucas está comigo. Toma Marcos, e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério. Também enviei Tíquico a Éfeso. Quando vieres, traze a capa que deixei em trôade, em casa de Carpo, e os livros, principalmente os pergaminhos.". Agora fica aqui a pergunta que é o título desse estudo: Que Demas, representa melhor a sua vida nesse momento?

Saúdam-te Epafras, meu companheiro de prisão por Cristo Jesus,
Filemom 1:23
Saúdam-te Epafras, meu companheiro de prisão por Cristo Jesus,
Filemom 1:23
Saúdam-te Epafras, meu companheiro de prisão por Cristo Jesus,

Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores.

A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com o vosso espírito. Amém.
Filemom 1:23-25

"...que te importa? Quanto a ti, segue-me" - João 21:22

O Senhor Jesus tinha acabado de dizer a Pedro que ele viveria até se tornar um idoso e então morreria a morte de um mártir. Pedro imediatamente olhou para João e perguntou em voz alta se João receberia um tratamento melhor. A resposta do Senho foi: "...que te importa? Quanto a ti, segue-me".

Lembrando da atitude de Pedro, Dag Hammarskjold escreveu: "Apesar de tudo, sua amargura, porque os outros estão desfrutando do que lhe foi negado, está sempre pronta para explodir. Na melhor das hipóteses, ela fica dormindo por uns poucos dias ensolarados. Ainda assim, mesmo neste nível indescritivelmente miserável, ela ainda é uma expressão da verdadeira amargura da morte - o fato de que aos outros é permitido continuarem vivendo".

Se levássemos a sério as palavras do Senhor, elas resolveriam muitos problemas entre o povo cristão.

É tão fácil ficarmos ressentidos quando vemos outros prosperarem mais que nós. O Senhor permite que eles tenham uma casa nova, um carro novo, um chalé perto do lago.

Outros, a quem talvez consideremos como menos devotos que nós, têm boa saúde enquanto lutamos contra duas ou três doenças crônicas.

A família ao lado tem filhos lindos que se sobressaem em esportes e no meio acadêmico. Nossos filhos são normais, do tipo mais comum.

Vemos outros crentes fazendo coisas que não temos a liberdade de fazer. Mesmo que essas coisas não sejam pecados, ficamos ressentidos com sua liberdade.

É triste dizer, mas há certa inveja profissional entre obreiros cristãos. Um dos pregadores fica ofendido porque o outro é mais popular, tem mais amigos, fica na luz do holofote. Ou outro fica irritado porque seus colegas usam métodos que ele não aprova.

As palavras do Senhor atingem todas estas atitudes indignas com força surpreendente:"...que te importa? Quanto a ti, segue-me". Como o Senhor lida com outros cristãos realmente não é da nossa conta. Nossa responsabilidade é segui-Lo em qualquer que seja o caminho que Ele escolheu para nós.

Estraído do Devocional Luz Para o Caminho - William MacDonald